SINDICO PROFISSIONAL BRAGANÇA

SÍNDICO PROFISSIONAL

Atualmente, com a rotina turbulenta do dia-a-dia de trabalho, a figura do Síndico Morador - aquele que exerce o cargo sem remuneração - vem dando lugar a figura do Síndico Profissional, profissão essa que apesar de ainda não estar devidamente regulamentada no Brasil, exige muito preparo dos profissionais, que só conseguem obter certificação após realização de um curso específico.

 

Além da falta de tempo dos condôminos para se dedicarem a essa atividade, há também uma grande pressão por parte da massa condominial para que o síndico seja uma pessoa qualificada a lidar com as demandas do condomínio, tais como finanças, obras e manutenções, assuntos jurídicos, conflitos entre moradores, entre outros.

 

As principais funções exercidas por um Síndico Profissional estão previstas no Artigo 1.348 do Código Civil, mas a depender do porte do condomínio administrado, ganham extensão que podem estar previstas na Convenção ou em Contrato de Prestação de Serviços.

Principais funções:

  • Atendimento aos condôminos;

  • Gerenciamento de manutenções prediais;

  • Convocar a assembleia dos condôminos;

  • Representar, ativa e passivamente, o condomínio, praticando, em juízo ou fora dele, os atos necessários à defesa dos interesses comuns;

  • Dar imediato conhecimento à assembleia da existência de procedimento judicial ou administrativo, de interesse do condomínio;

  • Cumprir e fazer cumprir a convenção, o regimento interno e as determinações da assembleia;

  • Diligenciar a conservação e a guarda das partes comuns e zelar pela prestação dos serviços que interessem aos possuidores;

  • Elaborar o orçamento da receita e da despesa relativa a cada ano;

  • Cobrar dos condôminos as suas contribuições, bem como impor e cobrar as multas devidas;

  • Prestar contas à assembleia, anualmente e quando exigidas;

  • Realizar o seguro da edificação;